Instituto Politécnico de Viseu – Escola Superior Agrária (ESAV)

Introdução

A Escola Superior Agrária de Viseu (ESAV), criada oficialmente em 19 de Dezembro de 1994 (DL n.º 304/94), é uma das unidades orgânicas do Instituto Politécnico de Viseu, integrando-se na rede de ensino superior público português, ao nível do ensino politécnico. Assim deu-se continuidade à tradição, pois a Cidade de Viseu teve o privilégio de ser pioneira no Ensino Agrícola em Portugal através da criação da Escola Prática de Agricultura de Viseu, por Decreto de 16 de Dezembro de 1852.

A ESAV pretende transmitir e divulgar o conhecimento, com vista à formação de estudantes com elevado nível de competências nas áreas das ciências agrárias, alimentares e veterinárias; promover a investigação aplicada e sua divulgação, o intercâmbio cultural, científico e tecnológico com instituições congéneres, nacionais e internacionais e o relacionamento com o tecido empresarial, de forma a contribuir para o desenvolvimento da região e do país.

Assim, os objectivos da ESAV assentam em três vertentes:

  • Ensino de qualidade, através da transmissão de conhecimentos técnico-científicos constantemente actualizados e precisos, centrados na utilização de tecnologias fundamentais para a formação de estudantes nos domínios das produções agrícola e zootécnica, ecologia e paisagismo, florestal, biossistemas, indústrias alimentares e ainda da enfermagem veterinária.
  • Construção de elos de ligação com a comunidade, através de apoio técnico-científico, projectos, prestação de serviços, consultoria a empresas, organizações institucionais tanto a nível regional, nacional como internacional. Deste modo, podendo dar informações, transmitindo conhecimentos, mobilizando apoios e vontades, factos sem dúvida fundamentais para a integração da Escola no meio. A qualidade do ensino que ministramos, estimulada pelo sucesso da aplicação dos princípios da Declaração de Bolonha, demonstra bem esta realidade.
  • Desenvolvimento de actividades de investigação, experimentação e divulgação de conhecimentos nos domínios das ciências agrárias, alimentares e veterinárias, permitindo o avanço dos sectores de produção respectivos. Estas actividades são dinamizadas pelo corpo docente cada vez mais qualificado, estando permanentemente empenhado em contribuir para o sucesso educativo dos estudantes, sendo evidência desse facto a elevada percentagem de doutores.

A ESAV localiza-se numa zona nobre da cidade de Viseu, na Quinta da Alagoa, com cerca de 23 hectares. Possuindo inúmeras culturas, destacando-se a vinha, o pomar e o olival. Contando ainda com estruturas de produção pecuária de ovinos, caprinos, bovinos, aves e coelhos, bem como um Centro de Enfermagem Veterinária e laboratórios, com tecnologias que permitem aquisição de competências em vários domínios técnico-científicos.

Visando uma formação vocacionada para uma plena inserção na vida activa dos seus estudantes, a ESAV dispõe de um corpo de funcionários, docentes e não docentes, qualificado e motivado. Contribuem igualmente para o sucesso da ESAV os seus estudantes que com a sua vontade, disponibilidade e capacidade de trabalho permitem uma excelente colaboração na transmissão e aquisição de competências.

Esta escola oferece programas em:
  • Português

Ver programas de mestrado »

Programas

Esta escola também oferece:

Master

Mestrado em Qualidade e Tecnologia Alimentar

campus Tempo integral October 2017 Portugal Viseu

São objectivos gerais deste curso de Mestrado em Qualidade e Tecnologia Alimentar, a aquisição e aprofundamento do conhecimento técnico e científico na área da Qualidade e Tecnologia Alimentar. [+]

Objetivos e competências São objectivos gerais deste curso de Mestrado em Qualidade e Tecnologia Alimentar, a aquisição e aprofundamento do conhecimento técnico e científico na área da Qualidade e Tecnologia Alimentar. São objectivos específicos do ciclo de estudos conducentes ao grau de Mestre em Qualidade e Tecnologia Alimentar: Aprofundamento dos conhecimentos das operações e dos processos na indústria alimentar, de forma a controlar as reacções nos alimentos durante a transformação e o armazenamento dos mesmos; Compreender e ter a capacidade de executar e implementar as modernas técnicas analíticas associadas aos alimentos, assim como demonstrar perícia na aplicação das modernas técnicas laboratoriais de análise; Capacidade para seleccionar a técnica analítica apropriada a um problema especifico associado à área da Engenharia e Qualidade Alimentar e da concepção de novos alimentos e processos; Descrever as propriedades físicas dos alimentos e determinar experimentalmente os seus valores utilizando vários métodos instrumentais, assim como recorrendo à análise sensorial, com vista à optimização e formulação de produtos alimentares; Compreender o papel dos microrganismos e das enzimas, na elaboração, aproveitamento e transformação dos produtos alimentares numa visão inovadora; Compreender os princípios associados à concepção, planeamento e gestão dos processos alimentares recorrendo a novas soluções; Descrever os factores químicos, bioquímicos, físicos e enzimáticos, subjacentes à síntese e metabolismo das matérias de origem alimentar; Compreender a fonte e a variabilidade das matérias-primas, assim como das novas formas de obtenção das mesmas, ao nível da sua utilização na elaboração dos alimentos e ainda compreender o seu impacto nas operações de processamento/concepção dos alimentos; Desenvolver a capacidade de estabelecer e compreender os processos de transporte e das operações unitárias no processamento de alimentos quer conceptualmente quer experimentalmente; Compreender os princípios e práticas correntes de técnicas de processamento e os efeitos dos parâmetros de processamento na qualidade dos produtos alimentares e ainda relacioná-los com o desenvolvimento e a inovação na indústria alimentar; Desenhar, aplicar e interpretar estatisticamente, métodos de análise sensorial para avaliar a qualidade ou preferência dos alimentos com vista à satisfação dos consumidores assim como na criação de novos produtos alimentares; Compreender os aspectos éticos associados à utilização de novas matérias-primas e novos processos envolvidos na produção e comercialização de novos alimentos; Contribuir para programas de certificação de qualidade e de segurança alimentar. [-]

Mestrado em Tecnologias da Produção Animal

campus Tempo integral October 2017 Portugal Viseu

São competências gerais deste curso de Mestrado a aquisição e aprofundamento do conhecimento técnico e científico nas várias áreas da produção animal. [+]

Objetivos e competências São competências gerais deste curso de Mestrado a aquisição e aprofundamento do conhecimento técnico e científico nas várias áreas da produção animal. São competências específicas do ciclo de estudos conducentes ao grau de Mestre em Tecnologias da Produção Animal: Adquirir hábitos de procedimento experimental com aplicabilidade no sector produtivo; Desenvolver capacidades de investigação na área da Produção Animal; Desenvolver uma atitude crítica perante os problemas actuais da produção animal; Definir os caminhos que conduzam às melhores soluções em áreas específicas da produção animal, orientando as suas preocupações para alguns dos actuais problemas que este sector enfrenta, como é o caso da epidemiovigilância em produção animal e da rastreabilidade dos produtos animais; Compreender a importância da sustentabilidade da produção animal e respeito pelo ambiente, interligando o adequado tratamento de efluentes com a qualidade ambiental; Aprofundar a capacidade de resolução de problemas práticos na área da produção animal, racionalizando os factores de produção de forma sustentada; Compreender e ter a capacidade de executar e implementar as modernas tecnologias associadas à produção animal; Compreender os princípios associados à concepção, planeamento e gestão das diversas produções animais recorrendo a novas soluções e tecnologias; Contribuir para programas de certificação de qualidade e de segurança alimentar. [-]

Vídeos

Polytechnic Institute of Viseu

Instituto Politécnico de Viseu